Médica desaconselha prescrição excessiva de antibióticos

Médica desaconselha prescrição excessiva de antibióticos

22 Outubro, 2016 0 Por Staline Satola

A responsável do Centro Investigação de Saúde em Angola (CISA), Joana Cortez, recomendou hoje, no Lubango, Huíla, aos técnicos de saúde a evitarem a prescrição de antibióticos aos pacientes excessivamente, situação que ocorre reiteradamente e provoca resistência a doenças.

Ao dissertar o tema “Resistência do plasmodium falciparum aos anti-maláricos” no quadro das VIII jornadas científicas da faculdade de medicina da Universidade Mandume Ya Ndemufayo, Joana Cortez realçou que uma má aplicação na dose de medicamentos pode resultar em problemas graves ao paciente.

A especialista explicou ser necessário que os médicos e os pacientes deixam de atribuir e usar fármacos não recomendados, para que o doente não tenha recaídas originada por prescrição de antibióticos.

A também responsável do Centro Investigação de Saúde em Angola (CISA) disse ser necessário que os médicos melhorem a prescrição clínica, assim como analisar o comportamento dos doentes na resistência aos anti-microbianos.

Joana Cortez apelou, igualmente, maior cuidado a exposição dos medicamentos, principalmente quando se encontrarem em ar livre e em lugares menos apropriado para a sua conservação.

Sugeriu ainda a realização de campanhas educativas públicas (especialmente em países com elevado consumo), vigilância laboratorial apropriada, uso não-humano de antibióticos, assim como o melhoramento de condições de saneamento básico.

Fonte: TPA | Angop