Angola

Mulheres unidas preenchem 38% do Parlamento Nacional

Com o objectivo de contribuir para uma maior participação das organizações da sociedade civil (OSC) na agenda de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas e reflectir sobre o nível de participação efectiva das mulheres na esfera pública e política, a Rede de Luta Contra a Pobreza realizou ontem em Luanda a VIIIª Sessão de Conferências Provinciais de Luanda.

O encontro decorreu sob o lema “Consolidar a parceria para o alcance dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável”.

A coordenadora para o Desenvolvimento do Género explicou que o enquadramento da mulher no país tem suporte no Decreto Presidencial que define as linhas e as estratégias do desenvolvimento e a implementação dos programas para as mulheres.

Neste contexto, informou existirem 38% de mulheres no parlamento angolano e em várias associações congregadas pelas mulheres em todo o país.

“Temos um foco de jornalistas, acções dirigidas dentro dos municípios pré-urbanos com organizações da sociedade civil que são formadas por mulheres líderes que trabalham com os homens”, disse.

Explicou que as mulheres têm traçado várias estratégias e “para se distanciarem do fenómeno tabu de a mulher começar sempre pela base”. Por exemplo, no ramo em que trabalha (Rede para o Desenvolvimento do Género) congregam mulheres de todos os níveis sociais.

 

 

Fonte: OPAÍS

+ informação encontre no jornal impresso já nas bancas!

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas