Dicas!Saúde

Abacate: vantagens e cuidados com essa poderosa fruta

Abacate é, sem dúvida alguma, uma das frutas mais controversas do mundo das dietas, apesar de ricas em gorduras diversas e com uma quantidade calórica considerável, ela já foi banida e trazida de volta do panteão de alimentos saudáveis uma série de vezes.

Com a popularização da culinária mexicana pelo mundo, ela saiu da exclusividade dos doces (com açúcar, aonde ela realmente se transformava em uma bomba calórica) e é hoje em dia um dos molhos de salada mais consumidos, com apoio da ciência inclusive.

Vamos falar mais dos prós e contras do abacate, o que ele é capaz de fazer por você e quais são seus diferenciais para uma dieta poderosa e cheia de vantagens.

Como o abacate vai ajudar na sua dieta?

O abacate é uma fruta riquíssima em uma série de nutrientes.

De gorduras de vários tipos, vitamina E, ácido fólico, além de um poderoso antioxidante, a glutationa.

Com todas essas vantagens, não é difícil de acreditar que as pessoas gostariam de acrescentar o abacate à sua dieta, e uma das maiores vantagens é que ele é um excelente acompanhante, tanto no sabor quanto na questão energética e de saúde, já que estudos indicam que a tendência mexicana de usar o abacate com saladas têm um fundo cientifico:

Ele ajuda seu corpo a absorver diversos dos nutrientes presentes nas saladas.
O abacate é, também, excelente para reconstrução e manutenção de diversas partes do seu corpo:

Ele ajuda a diminuir o colesterol graças às gorduras insaturadas, ajuda também a manter seus cabelos mais fortes, mesmo quando ingerido, ajuda a manter o sistema digestivo em dia e também a proteger à visão, graças à vitamina E.

Dessa forma, pode-se considerar o abacate como um complemento inteligente e adequado para a sua dieta, seja no café da manhã como parte de um suco ou vitamina ou ainda durante as refeições, como acompanhamento de saladas e carnes.

Quais são os riscos do abacate na dieta?

O abacate, ao ser incluso na dieta, precisa acomodar-se no lugar de outras fontes de gordura e proteínas, já que ele possui um valor calórico relativamente alto.

Nesse caso, ele pode, por exemplo, substituir uma manteiga de manhã ou algo similar, evitando assim o acúmulo de calorias maior do que o recomendado pela dieta.

Outra questão é que, em molhos especialmente, por ser um sabor diferente, você pode correr o risco de exagerar nas quantidades de abacate.

Cuidado com as porções e com o excesso de tempero (especialmente o excesso de sal se você for fazer molho tipo guacamole, já que ele costuma ser altamente temperado).

Finalmente, cuidado também com a qualidade e o ponto do abacate.

Quando ele está extremamente verde, ele fica duro demais e deixa-lo em consistência de creme fica impossível.

Já quando ele está maduro demais, ele fica escurecido, o que o torna amargo, já não recomendável para consumo.

Se ele oxidou apenas em parte, é possível ainda utilizar o que não está oxidado.

Aproveite e faça do abacate seu mais novo aliado em busca de uma saúde mais potente e uma dieta mais saborosa!

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas