Famosos

Após pedir desculpas, rapper Mos Def autorizado a deixar África do Sul

Mos Def vai passar a ser ‘persona non grata’ no país africano.

O rapper norte-americano Mos Def já não será julgado de acordo com as leis de imigração sul-africanas. Após pedido de desculpas, o caso contra si foi retirado e tem autorização para deixar o país. No futuro já não poderá voltar à África do Sul.

Mos Def tem vivido na África do Sul desde 2013, como recorda a ABC. Em jáneiro teve problemas com as autoridades, após ter mostrado um passaporte da World Governmente of World Citizens.

O passaporte é emitido por uma organização não-governamental desde os anos 50. Esta organização defende que a cidadania é um direito de todas as pessoas. O passaporte em causa é emitido citando como argumento o direito à livre circulação.

Embora a organização em causa defenda que o passaporte que é emite é aceite nalguns países, a África do Sul não é certamente um desses países. E só após um pedido desculpas formal é que Mos Def evitou mais problemas com as autoridades sul-africanas.

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas