Curiosidades

Canadá reduz consumo diário permitido de canábis a ex-combatentes

Os antigos combatentes canadianos vão poder fumar apenas três gramas de canábis terapêutica, usada para aliviar as dores, depois de o Governo de Justin Trudeau ter decidido limitar o ‘plafond’ de consumo diário reembolsável, adiantou a agência AFP.

O Canadá autorizou em 2001 o consumo de canábis com prescrição médica, mas o Ministério dos Antigos Combatentes nunca adotou qualquer regulamentação sobre a matéria, ainda que sejam cada vez mais os veteranos a consumir e a ser reembolsados pelo Estado.

Até agora, o Governo federal garantia o reembolso até 10 gramas de canábis por dia, mas a reforma apresentada hoje prevê o reembolso de apenas três gramas diárias.

“Consultámos os veteranos, os seus defensores, os especialistas médicos e examinámos os estudos existentes sobre o uso de marijuana com fins medicinais para elaborar uma política equilibrada”, sublinhou, em comunicado, Kent Hehr, ministro dos antigos combatentes.

O Governo federal fixou ainda em 8,5 dólares canadianos (5,95 euros) por grama o ‘plafond’ reembolsável pela segurança social.

As autoridades sanitárias alertaram também contra o consumo de mais cinco gramas diários de canábis. Doses acima dos cinco gramas representam um perigo para a saúde e podem provocar doenças pulmonares e cardíacas, para além de desencadear dependências de psicotrópicos.

De acordo com o ministério canadiano da Saúde, o consumo diário médio de canábis medicinal por paciente é de 2,6 gramas.

O Canadá deverá tornar-se na próxima primavera o primeiro país do G7 a legalizar o consumo recreativo de canábis.

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas