Facebook forte, mas o crescimento pode abrandar em breve

Facebook forte, mas o crescimento pode abrandar em breve

3 Novembro, 2016 0 Por Staline Satola

Os resultados da rede social mais utilizada do mundo voltaram a ser muito positivos, mas a dura realidade do mercado deverá ditar uma estabilização já em 2017.

É o diretor financeiro que o diz, repetindo o aviso feito há três meses: o Facebook está prestes a ficar sem espaço para fazer crescer as receitas publicitárias, devido à incapacidade de colocar mais anúncios na plataforma apresentada aos utilizadores.

Segundo David Wehner, os investidores e os analistas terão de aceitar a estabilização do crescimento da publicidade nas contas do Facebook, que deverá começar já em meados do próximo ano. Até lá, a rede social criada por Mark Zuckerberg espera manter o forte aumento das receitas atual.

No terceiro trimestre deste ano, o Facebook conseguiu um crescimento de 59% face ao mesmo período do ano passado, rumo a receitas de 6,3 mil milhões de euros; o total de utilizadores aumentou para 1,79 mil milhões, contra os 1,55 mil milhões do período homólogo.

Em resposta à perspetiva de estabilização das receitas publicitárias, os investidores fugiram e provocaram uma queda de 7% nas ações do Facebook nas trocas pós-sessão de Wall Street.