Mundo

Greve dos pilotos da Lufthansa cancelou hoje 912 voos

A greve de pilotos da Lufthansa, que começou na quarta-feira devido a conflitos salariais, deverá provocar hoje o cancelamento de 912 voos, depois de o sindicato Vereinigung Cockpit ter prolongado a paralisação que terminará hoje.

De acordo com a agência espanhola EFE, entre os voos cancelados figuram 82 ligações aéreas que vão afetar 115.000 passageiros.

A companhia vai operar 2.100 dos 3.000 voos previstos, aproximadamente os mesmos do primeiro dia de greve.

Em Munique, um dos principais aeroportos internacionais da Alemanha, perto de Frankfurt, a maioria dos aviões ficou em terra.

Contudo, não se registaram incidentes, uma vez que muitos dos passageiros não foram para o aeroporto porque tinham sido avisados do cancelamento dos voos.

Da companhia Lufthansa só descolaram alguns aviões, para destinos como Hong Kong, Lisboa, Turim e Dresden.

A greve dos pilotos levou na quarta-feira à anulação de perto de 900 voos e a companhia anunciou o cancelamento de 912 voos previstos para hoje

A organização sindical disse que na sexta-feira a paralisação deverá afetar apenas os voos de curta distância com partida da Alemanha.

“A direção da Lufthansa não apresentou qualquer proposta que possa ser negociada”, disse um porta-voz do sindicato citado pela agência Efe.

A Lufthansa pediu ao sindicato para aceitar um processo de mediação que ponha fim ao conflito salarial que começou em 2014.

Esta é a 14.ª greve dos pilotos da Lufthansa desde abril de 2014.

 

Staline Satola

Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Related Articles

Veja também!

Close
Close
Ir para a barra de ferramentas