Inspecção do comércio atenta aos especuladores de bens de consumo

Inspecção do comércio atenta aos especuladores de bens de consumo

2 Novembro, 2016 0 Por Staline Satola

O Director Geral da Inspecção-geral do Comércio, Heleno Antunes, garantiu que a inspecção do comércio vai continuar a trabalhar para evitar a subida galopante dos preços dos produtos da cesta básica em todo o país.

Com vista a regular a subida de preços dos produtos nos estabelecimentos comerciais, principalmente daqueles que compõem a cesta básica, a inspecção do comércio e a fiscalização têm vindo a trabalhar com os estabelecimentos comerciais para evitar a especulação nos preços.

A garantia foi dada pelo Director- geral da Inspecção do Comércio, Heleno Antunes. De acordo com o responsável, a nível da comissão multissectorial criada para o efeito já foram desenvolvidas várias actividades no sentido de fazer cumprir com o estabelecido na lei.

Por outro lado, o responsável declarou que estabelecimentos comerciais de pequena e grande dimensão foram visitados, mas garantiu que as mesmas continuarão a ser efectuadas.

“A inspecção tem estado a trabalhar com outras equipas do ramo de inspecção e fiscalização, na perspectiva de visitar os estabelecimentos comerciais de uma forma geral, visando aferir a sua documentação e fiscalizar o prazo para o consumo dos produtos e para aferir se estão dentro das normas previamente estabelecidas”, garantiu o responsável do Ministério do Comércio.

Em relação às infracções detectadas nos estabelecimentos comerciais, referiu que as mais frequentes estão prendem-se com o alvará comercial, concretamente aos casos de pessoas que não estão habilitadas para desenvolver a actividade comercial e também a má conservação dos produtos alimentares.

Na óptica do inspector-geral, não há necessidade de se especular os preços, principalmente os produtos da cesta básica, visto que “o Executivo criou medidas sólidas para que efectivamente possamos ter preços a nível daquilo que é desejável, por formas a evitar a especulação”, reforçou.