Mundo

Já imaginou uma China com restrições para fumantes?

A China, o maior produtor e consumidor mundial de cigarros, vai impor restrições ao consumo de tabaco a nível nacional, a partir do final deste ano, anunciaram hoje as autoridades.

Nação mais populosa do mundo, com cerca de 1.375 milhões de habitantes, a China é também o país com mais fumadores: 28% de todos os adultos ou metade dos adultos do sexo masculino.

A Organização Mundial do Comércio (OMC) estima que o tabaco cause a morte de um milhão de chineses todos os anos, com o fumo passivo a causar cerca de 100.000 mortos.

Em junho de 2015, o município de Pequim adotou a mais dura legislação no país, banindo o consumo em escritórios, restaurantes, hotéis e hospitais.

Os estabelecimentos que infringem a lei podem ser multados até 10.000 yuan (1.366 euros).

Na semana passada, Xangai, a “capital” económica do país, alterou também a sua regulamentação, passando a proibir o consumo em espaços fechados e em exteriores como paragens de autocarro, escolas e estádios.

Em conferência de imprensa, o porta-voz do ministério chinês da Saúde Mao Qunan revelou que aquelas medidas serão ampliadas a todo o país.

“As regulações a nível nacional para restringir o consumo do tabaco em público estão em processo legislativo e devem entrar em vigor no final do ano”, afirmou.

O reforço da aplicação da lei antitabagismo poderá revelar-se difícil na China, onde a indústria tabaqueira gerida pelo Estado garantiu, em 2015, lucros e impostos no valor de 1,1 bilião de yuan (150 mil milhões de euros).

As autoridades que regulam o consumo do tabaco no país partilham as instalações e alguns diretores com a estatal China National Tobacco Corp – de longe a maior produtora de cigarros do mundo.

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas