Angola

Pediatrias continuam com insuficiência de vacina BCG

anda, 01 nov (Lusa) – O Ministério da Saúde angolano admitiu hoje em Luanda a insuficiência de vacinas BCG, contra a tuberculose, situação que se regista desde o início deste ano.

De acordo com o diretor nacional de saúde pública, Miguel de Oliveira, o país chegou a receber em quantidades mínimas a vacina BCG, que foram distribuídas para unidades hospitalares de todo o país, que se dedicam à vacinação.

A vacina BCG está disponível em pequenas quantidades, há de facto alguma insuficiência da vacina, que vai ser superada dentro de 30 a 40 dias, informou Miguel de Oliveira.

Em abril passado, o governador da província de Luanda, Higino Carneiro, havia informado a disponibilização de verbas específicas pelo Governo para a aquisição da vacina BCG, depois de queixas da falta da mesma há já três meses.

A vacina BCG é administrada aos recém-nascidos à sua nascença, protegendo-os contra a tuberculose.

Fonte: Lusa

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas