Programa de Educação Financeira permitiu a abertura de 400 mil contas bancárias

Programa de Educação Financeira permitiu a abertura de 400 mil contas bancárias

2 Novembro, 2016 0 Por Staline Satola

A taxa de bancarização actualmente ronda cerca de 52,3% da população adulta.

O Programa de Educação Financeira iniciado em 2011, em parceria com 12 bancos comerciais, já permitiu, até ao momento, a abertura de mais de 400 mil contas bancárias no sistema financeiro.

A denominada Conta Depósito Bankita cresceu, no segundo trimestre deste ano, 23,43 por cento, comparativamente ao mesmo período do ano anterior.

A informação foi avançada ontem, em Luanda, por Avelino dos Santos, director do Departamento de Educação Financeira do Banco Nacional de Angola.

À imprensa, no final do IV Fórum Internacional de Inclusão Financeira, o responsável apontou como uma das causas da reduzida taxa de bancarização, a forte concentração de agências bancárias nas capitais das provinciais.

Sem avançar datas, Avelino dos Santos disse que a taxa de bancarização que ronda actualmente cerca de 52% da população adulta é igualmente um dado a ser considerado na implementação do sistema de pagamentos móveis em Angola.

“Só chegaremos às metas estabelecidas pelo Banco Nacional e pelo Programa Nacional de Desenvolvimento se grande parte da população estiver dentro do sistema bancário”, perspectivou.

Relativamente ao processo de implementação de um sistema  de pagamentos móveis no país, o responsável explicou que o projecto já está a ser apreciado pelo Executivo angolano.

“Não podemos precisar o ano ideal para a implementação do sistema de pagamentos móveis em Angola. O projecto já foi submetido à Comissão Económica, agora tudo vai depender da sua aprovação”, deduziu. De acordo com o BNA, a evolução do mercado de pagamentos móveis deve ser sustentado por factores chaves como a extensa presença dos destinatários, clientes e interoperatividade entre empresas.

 

Fonte: OPAÍS