Segurança russa tem novos agentes especiais. São cães e foram clonados

Segurança russa tem novos agentes especiais. São cães e foram clonados

30 Novembro, 2016 0 Por Staline Satola

Os animais vão trabalhar com as forças de segurança especiais de Putin.

A polícia e os serviços de segurança russos estão prestes a testar cães clonados, preparados para farejar explosivos e drogas.

Os três pastores-belgas Malinois foram clonados por um professor sul coreano, que ofereceu os animais, no valor de 100 mil dólares, para que sejam usados pela polícia e os serviços secretos em Yakutia, uma das zonas mais frias e inabitadas do mundo.

“Estes serão os primeiros cães de serviço clonados na Rússia”, refere o diretor de museu Semyon Grigoryev, revelando também que os animais foram clonados através das células dos melhores cães farejadores da Coreia, herdando assim as suas únicas qualidades.

O professor revela que um dia quer também trazer à vida os já extintos mamute-lanosos.