Mundo

Treze pessoas detidas após queda de andaime que fez 74 mortos

Treze pessoas foram detidas na sequência da queda de um andaime numa central elétrica em obras no sudeste da China, que causou 74 mortos, num dos mais graves acidentes laborais dos últimos anos no país.

O acidente ocorreu às 07:00 de quinta-feira (00:00 em Luanda), na cidade de Fengcheng, província de Jiangxi, e deixou ainda dois feridos, depois de tubos de ferro, barras de aço e pranchas de madeira colapsarem sobre os trabalhadores.

As autoridades não revelaram ainda detalhes sobre os detidos, mas o operador da central elétrica, a Jiangxi Ganneng, e a empresa de engenharia, a Hebei Yineng, que já tem um historial de acidentes laborais fatais, estão sob investigação.

A Yineng conseguiu contratos para construir plantas em mais de doze províncias da China, na Turquia e Malásia, segundo informações citadas pela Associated Press (AP).

Em 2012, sete trabalhadores do grupo morreram também devido à queda de um andaime, numa torre de refrigeração na província de Yunnan, sudoeste da China.

As páginas oficiais da empresa na Internet estão hoje inacessíveis.

A imprensa estatal revela que o acidente ocorreu durante uma mudança de turnos, o que terá contribuído para um maior número de vítimas.

Os trabalhos estavam a ser realizados em três turnos, visando completar o projeto antes da chegada dos meses mais frios de dezembro e janeiro, revelaram os trabalhadores sobreviventes, citados pela imprensa oficial.

A usina a carvão, com capacidade para produzir 1.000 megawatt, foi designada como projeto prioritário a nível provincial, colocando redobrada pressão sobre o tempo de execução.

O Presidente chinês, Xi Jinping, apelou aos governos locais para que aprendam com o sucedido e punam os responsáveis.

 

Leia +

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas