Mundo

Airbags defeituosos fazem BMW recolher quase 200 mil carros na China

Airbags defeituosos fornecidos por empresa japonesa obrigam montadora alemã a fazer recall de mais de 193 mil veículos.

Outras marcas de veículos já tiveram mesmo problema com a peça em outros países.

A montadora alemã BMW tem que recolher 193.611 veículos na China devido a defeitos nos airbags, informou nesta segunda-feira (26/12) a agência de notícias estatal chinesa Xinhua.

A administração geral de Supervisão da Qualidade, Inspeção e Quarentena da China (AQSIQ) informou em comunicado que, quando ativados os airbags do motorista e do passageiro destes carros, os geradores de gás de seu interior podem sofrer danos e projetar fragmentos em direção aos ocupantes do veículo.

Os airbags são produzidos pela fornecedora japonesa Takata. A firma alemã prometeu que substituirá as peças defeituosas sem custo algum para os proprietários de seus modelos.

A retirada dos automóveis para a reparação do defeito começará a partir do dia 1º de agosto de 2017.

Os veículos afetados são 168.681 automóveis importados entre os dias 9 de dezembro de 2005 e 23 de dezembro de 2011, assim como outros 24.750 fabricados entre em 12 de julho de 2005 e 31 de dezembro de 2011.

Além da BMW outras montadoras tiveram nos últimos meses que realizar o recall de milhões de veículos em todo o mundo, por apresentarem airbags defeituosos do fabricante japonês. Em todo o mundo, a estimativa é que cerca de 100 milhões de airbags implantados em automóveis de diversas marcas tiveram que ser reparados.

Staline Satola

Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Related Articles

Close
Ir para a barra de ferramentas