Curiosidades

O animal mais veloz do mundo está à beira de desaparecer

Há em todo o mundo apenas 7.100 chitas a viver fora do cativeiro.

São o animal mais veloz do mundo, mas sem ajuda do Homem arriscam-se a perder esta corrida contra o tempo. As chitas correm risco de extinção.

Os cientistas estimam que existam em todo o mundo apenas 7.100 chitas a viver em liberdade, ocupando apenas 9% do território que costumava ser o seu habitat natural.

As chitas asiáticas são a subespécie que corre maior risco.

Há menos de 50 no Irão, segundo uma nova investigação da Sociedade Zoofila de Londres e a Sociedade de Conservação da Vida Selvagem, consultada pelo jornal Metro.

No Zimbabwe havia, há 16 anos, 1.200 chitas e agora são apenas 170.

A caça é, aqui, a principal causa desta pré-extinção em massa.

Diz o mesmo estudo que 77% dos locais habitados por populações de chitas se encontram fora de zonas protegidas, pelo que a espécie se encontra particularmente vulnerável ao impacto do Homem no seu habitat.

 

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas