A base de 1 bilhão de contas roubadas do Yahoo! foi vendida para a Dark Web

A base de 1 bilhão de contas roubadas do Yahoo! foi vendida para a Dark Web

17 Dezembro, 2016 0 Por Staline Satola

Muita gente reclamou e é verdade: 2016 não foi um bom ano em muitos sentidos, por conta da crise, dos acontecimentos ruins e muito mais.

Se você acha que o seu ano foi ruim, é porque não está se lembrando do Yahoo!, que teve diversos casos de vazamentos de dados por hackers. Agora, uma denúncia do New York Times jogou outra bomba: a base de 1 bilhão de usuários roubada do Yahoo! foi vendida ao mercado da Dark Web.

Para quem não sabe, a Dark Web é uma porção pequena e inacessível da Deep Web, na qual muitas pessoas utilizam o “espaço” para realizar ou organizar atividades ilícitas. Quem forneceu esses dados foi Andrew Komarov, o chefe de inteligência da empresa de segurança InfoArmor, que alega que a companhia vendeu os dados por US$ 300 mil.

Komarov informou ao New York Times que a compra foi realizada por três pessoas, duas delas spammers famosos e outro usuário que é  suspeito de espionagem. A transação teria acontecido na Europa Oriental. Em outras palavras: cada pessoa vale apenas US$ 0,0003 (R$ 0,0010) para os hackers, que podem extrair muitas informações cruciais desses bancos de dados.

Entendendo a gravidade do problema

O ataque ao Yahoo que roubou todos esses dados é considerado o mais grave de toda a história. Entre as informações armazenadas de cada usuário, há: senhas, nome completo, datas de aniversário, números de telefone, perguntas de segurança e até emails secundários para recuperação de conta.