Tecnologia

A base de 1 bilhão de contas roubadas do Yahoo! foi vendida para a Dark Web

Muita gente reclamou e é verdade: 2016 não foi um bom ano em muitos sentidos, por conta da crise, dos acontecimentos ruins e muito mais.

Se você acha que o seu ano foi ruim, é porque não está se lembrando do Yahoo!, que teve diversos casos de vazamentos de dados por hackers. Agora, uma denúncia do New York Times jogou outra bomba: a base de 1 bilhão de usuários roubada do Yahoo! foi vendida ao mercado da Dark Web.

Para quem não sabe, a Dark Web é uma porção pequena e inacessível da Deep Web, na qual muitas pessoas utilizam o “espaço” para realizar ou organizar atividades ilícitas. Quem forneceu esses dados foi Andrew Komarov, o chefe de inteligência da empresa de segurança InfoArmor, que alega que a companhia vendeu os dados por US$ 300 mil.

Komarov informou ao New York Times que a compra foi realizada por três pessoas, duas delas spammers famosos e outro usuário que é  suspeito de espionagem. A transação teria acontecido na Europa Oriental. Em outras palavras: cada pessoa vale apenas US$ 0,0003 (R$ 0,0010) para os hackers, que podem extrair muitas informações cruciais desses bancos de dados.

Entendendo a gravidade do problema

O ataque ao Yahoo que roubou todos esses dados é considerado o mais grave de toda a história. Entre as informações armazenadas de cada usuário, há: senhas, nome completo, datas de aniversário, números de telefone, perguntas de segurança e até emails secundários para recuperação de conta.

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas