Mundo

EUA: Trump condena homicídio de embaixador russo por "terrorista islâmico"

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou hoje o assassínio do embaixador da Rússia na Turquia, qualificando o atirador de “terrorista islâmico radical”.

“Hoje, apresentamos as nossas condolências à família e aos entes queridos do embaixador russo na Turquia, Andrei Karlov, que foi assassinado por um terrorista islâmico radical”, referiu, em comunicado, Donald Trump.

“O assassínio de um embaixador é uma violação de todas as regras da ordem civilizada e deve ser universalmente condenado”, refere.

O embaixador da Rússia na Turquia foi hoje abatido a tiro por um polícia turco, quando discursava na inauguração de uma exposição de fotografia em Ancara, capital do país.

Segundo testemunhas, o homem que disparou contra o embaixador russo gritou “Alepo” e “vingança”, quando abriu fogo.

Andrei Karlov, 62 anos, era embaixador na Turquia desde 2013.

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas