Mundo

EUA: Trump condena homicídio de embaixador russo por "terrorista islâmico"

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou hoje o assassínio do embaixador da Rússia na Turquia, qualificando o atirador de “terrorista islâmico radical”.

“Hoje, apresentamos as nossas condolências à família e aos entes queridos do embaixador russo na Turquia, Andrei Karlov, que foi assassinado por um terrorista islâmico radical”, referiu, em comunicado, Donald Trump.

“O assassínio de um embaixador é uma violação de todas as regras da ordem civilizada e deve ser universalmente condenado”, refere.

O embaixador da Rússia na Turquia foi hoje abatido a tiro por um polícia turco, quando discursava na inauguração de uma exposição de fotografia em Ancara, capital do país.

Segundo testemunhas, o homem que disparou contra o embaixador russo gritou “Alepo” e “vingança”, quando abriu fogo.

Andrei Karlov, 62 anos, era embaixador na Turquia desde 2013.

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas