Mundo

Itália apoia assistência a crianças vítimas de sida em Moçambique

A cooperação italiana vai apoiar um programa de assistência a crianças vítimas de sida em Moçambique, com um financiamento de 1,5 milhões de dólares (1,3 milhões de euros), avançou ontem a representação de Itália em Maputo.

O acordo de projeto foi assinado ontem pelo embaixador italiano em Moçambique, Marco Conticelli, e pelo representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Marcoluigi Corsi, e visa reduzir a infeção pelo vírus de imunodeficiência humana (HIV, na sigla em inglês) em crianças e aumentar a cobertura de tratamento de menores vítimas da doença.

“Isto contribuirá para a implementação do IV Plano Estratégico Nacional para a Resposta ao HIV em Moçambique”, refere um comunicado enviado à Lusa pela Embaixada de Itália em Maputo.

Segundo dados citados no comunicado, Moçambique tem a terceira maior taxa de mulheres grávidas seropositivas na África subsariana e a oitava maior prevalência de HIV no mundo.

“A prevalência do HIV é 40% maior nas mulheres do que nos homens e as raparigas adolescentes têm três vezes mais probabilidades de ser infetadas pelo vírus do que os adolescentes rapazes”, segundo os dados assinalados pela representação diplomática.

O UNICEF apoia o Governo moçambicano a eliminar a mortalidade infantil evitável, em que um terço das mortes de crianças ocorre com recém-nascidos, e no alargamento da cobertura das intervenções de saúde infantil, incluindo o tratamento da desnutrição aguda.

Staline Satola

Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Related Articles

Close
Ir para a barra de ferramentas