Curiosidades

Morre aos 113 anos a mulher mais velha da América do Sul

Idosa comemorou o último aniversário no verão passado.

Alida Rudge morreu, na sexta-feira, na sua casa em Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, no Brasil.

Uma das enfermeiras que cuidava da idosa contou ao portal G1 da Globo como foram os últimos momentos de vida de Alida.

“Eu ia sair para ir buscar o filho dela ao aeroporto. A outra enfermeira que estava com ela ligou-me a dizer que Alida se estava a sentir mal. Quando cheguei ao quarto ela estava a querer mudar de posição. Ainda a virámos um pouco. Ela segurou a minha mão e logo a seguir a mão dela caiu. Medi o pulso e… foi assim”, contou emocionada Darci Holz.

Alida comemorou o 113º aniversário em julho numa festa com mais de 100 pessoas.

De acordo com o G1, a idosa gostava de passar o tempo a ver televisão, ler os jornais, passear de carro, pescar e jogar às cartas.

A última atualização do ranking da associação norte-americana Gerontoly Research Group dava Alida como a 14ª pessoas mais velha do mundo e mais idosa da América Central.

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Related Articles

Veja também!

Close
Close
%d bloggers like this:
Ir para a barra de ferramentas