Angola

Com ou sem crise, famílias angolanas não dispensam bacalhau ou o alternativo macaiabo no Natal

A reunião familiar à volta de uma mesa recheada onde o peru, o porco assado e as batatas cozidas com bacalhau são indispensáveis é um ritual seguido a preceito pelas famílias na capital angolana na ceia de Natal, apesar das dificuldades.

“O Natal em família, sendo católica, é mesmo uma cultura que a gente vive todos os anos. Preparamos o Natal com muita alegria, independentemente do que a gente tem para comer, as batatas cozidas que são tradicionais, e vamos vivendo com alegria”, conta Claudete Gaspar, em conversa com a Lusa.

Manda a tradição assistir à missa do galo antes da consoada e de uma mesa recheada, à medida das possibilidades de cada um e onde se coloca de tudo um pouco.

Nair Ramiro, residente no centro da cidade de Luanda, afirma que “com ou sem crise” festeja o natal com muita alegria “por ser um momento intimo” e de proximidade para com a família.

“Na família, esse momento é bastante especial por isso cumprimos a rigor, apesar da crise que continua a afetar-nos. O que não pode faltar na ceia de Natal é o bacalhau, os bolos e aquele delicioso churrasco de porco”, garante.

Para Eugénia Luís, habitante da Ilha de Luanda, no seio familiar a noite de 24 para 25 de dezembro é esperada com alegria: “A família, como é religiosa, faz questão que todos estejam acordados [à meia-noite] para celebrar o nascimento de Jesus”.

“Há sim um ritual tradicional e que não abdicamos por nada, sentamo-nos à mesa com a família e o bacalhau é indispensável, não pode falhar. Basta tocar a meia-noite, para começamos a ceia”, explica.

A tradição da ceia de Natal é assim cumprida quase à risca por milhares de famílias em Luanda, como a da jovem Iolanda Luís, de 24 anos.

“Ficamos todos reunidos, trocamos o presente e neste ambiente o bacalhau não pode faltar. O mais essencial é a família reunida, e depois o bacalhau e outros mimos surgem espontaneamente. É um momento único, que aguardo com emoção”, assume.

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas