Mundo

Síria: Mais de mil pessoas retiradas hoje de Alepo

Mais de mil pessoas foram hoje retiradas do último reduto controlado pelos rebeldes no leste da cidade síria de Alepo, numa operação realizada com algumas horas de atraso, disse à agência AFP um responsável médico.

Ahmad al-Dbis, chefe de uma unidade de médicos e de voluntários que coordenam a retirada, disse que cerca de 1.200 pessoas, incluindo mulheres e crianças, chegaram ao oeste da cidade.

Entretanto, o Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que cerca de 500 pessoas tiveram de ser retiradas de duas aldeias no noroeste sitiadas pelos rebeldes.

O Conselho de Segurança da ONU vai votar hoje uma resolução que prevê o envio de observadores em direção a Alepo, para monitorizar a retirada da população e a ajuda humanitária, referiram diplomatas.

Nos últimos dias, milhares de pessoas foram retiradas de Alepo, um antigo bastião da oposição retomado na sua quase totalidade pelas forças governamentais.

O processo foi interrompido na sexta-feira e novamente hoje, após terem sido destruídos autocarros que iam retirar civis de localidades xiitas cercadas por grupos rebeldes, no âmbito de um acordo entre as partes em conflito.

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas