Andebol: Soubak troca Brasil por Angola

Andebol: Soubak troca Brasil por Angola

29 Dezembro, 2016 1 Por Jairo Costa

O site brasileiro “Globo Esporte” confirmou esta semana que o treinador dinamarquês, Morten Soubak, de 52 anos, “recebeu proposta para treinar a selecção sénior feminina de andebol de Angola”, razão pela qual terá anunciado já a saída do comando técnico da equipa nacional do Brasil.

A saída do técnico campeão mundial pelo Brasil, em 2013, na Sérvia, está envolvida em alguma polémica. Numa entrevista recente ao Canal Sport Tv, em Belém do Pará, Soubak alegou que.

“disse às jogadoras que este é meu último passo com a selecção. Agradeço às jogadoras e a todo o mundo, porque foi uma passagem muito bonita, muito feliz. Tenho um contrato que acaba no fim do ano e como não tive proposta da confederação, então era um sinal que era o fim.”

Por seu turno, o presidente da Confederação Brasileira de Andebol, Manuel Luiz de Oliveira, desmente o técnico e lembra que, em diversas ocasiões, o convocara para discutir a renovação do seu contrato.

“Antes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Morten foi convidado para uma reunião na sede da CBHb, em Aracaju, onde se iniciou uma conversa sobre a continuidade do treinador, inclusive com acréscimo de valores no salário do mesmo, a pedido do próprio Morten. Após a olimpíada, a CBHb convidou Morten novamente para discutir a permanência. Fizemos uma proposta para prorrogar o contrato em vigência, com os mesmos valores até 31 de Dezembro de 2016. Logo depois desta data, seria renegociada a permanência de Morten”, refere o presidente num comunicado.

Sobre o trabalho desenvolvido pelo técnico dinamarquês, a capitã da selecção feminina, Duda Amorim, garante que “foi excelente. Temos muita gratidão por tudo que ele fez por nós. Foi um dos técnicos mais ambiciosos com quem eu trabalhei. E ele realmente fez a diferença. Conseguimos títulos e bons resultados com ele… Estamos felizes de ter trabalhado com ele, porque é uma pessoa excepcional, que deixa um legado, com certeza.”

Contactado pelo Jornal de Angola, o director técnico da Federação Angolana de Andebol (Faand), Pina de Almeida, não confirmou quaisquer contactos com o treinador dinamarquês, referindo no entanto que “sei que esteve cá a convite do 1º de Agosto e vai trabalhar neste clube.” O “JA” tentou, sem sucesso, contactar o vice-presidente para o andebol, do 1º de Agosto, Amílcar Aguiar.

Morten Roneklint Soubak nasceu em 1964, na cidade dinamarquesa de Fodby. Dirigiu a selecção sénior feminina do Brasil durante oito anos, tendo conquistado todas as competições pan-americanas. Conseguiu o 5º lugar no Mundial do Brasil em 2011, foi campeão mundial em 2013 na Sérvia. A nível dos Jogos Olímpicos, sob o seu comando, o Brasil ocupou o 6º lugar em Londres, 2012, e o 5º no Rio, 2016.