Mundo

Trump diz que as "coisas serão diferentes na ONU" após a sua chegada

Donald Trump disse hoje que “as coisas serão diferentes na ONU”, depois de sua chegada à Casa Branca, em reação à adoção de uma resolução do Conselho de Segurança contra os colonatos nos territórios palestinianos.

“Em relação à ONU, as coisas serão diferentes depois de 20 de janeiro”,afirmou o presidente eleito dos Estados Unidos, no ‘twitter’.

Numa inversão da sua posição habitual sobre esta questão, os Estados Unidos abstiveram-se, em vez de vetaram a resolução, o que permitiu que fosse aprovada pelos restantes 14 membros do Conselho de Segurança.

O texto exorta Israel a “parar imediatamente e completamente toda a atividade de colonização em território palestino ocupado, incluindo Jerusalém Oriental.”

A votação foi reivindicada pela Nova Zelândia, Malásia, Senegal e Venezuela.

Estes quatro países decidiram submeter o texto depois do Egito, sob pressão do Presidente eleito norte-americano, Donald Trump, ter aceitado um adiamento da votação na quinta-feira, segundo fontes diplomáticas.

O Egito pediu na quinta-feira um adiamento da votação, um dia após ter apresentado o texto ao Conselho de Segurança. O projeto de resolução apresentado pelo Egito provocou protestos de Israel, que pediu o veto do texto aos Estados Unidos.

No entanto, os israelitas pediram ao presidente eleito norte-americano, Donald Trump, para intervir, depois de saberem que o Governo do Presidente Barack Obama não vetaria a resolução.

Uma das promessas de Trump na campanha é de reconhecer Jerusalém como a “capital indivisível” de Israel.

“Os responsáveis israelitas contactaram os membros da equipa de transição de Donald Trump” no sentido de obter a ajuda do presidente eleito”, disse à agência France Presse (AFP) um responsável israelita que pediu anonimato.

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas