Turquia: Confrimada a morte a tiros do Embaixador da Rússia em Ancara

Turquia: Confrimada a morte a tiros do Embaixador da Rússia em Ancara

20 Dezembro, 2016 1 Por Staline Satola

Ministério do Exterior russo confirma morte de diplomata após ataque em galeria de arte em Ancara. Atirador é identificado como um policial fora de serviço e gritou “não esqueçam Aleppo!” ao efetuar disparos.

O embaixador da Rússia na Turquia, Andrei Karlov, morreu após ter sido baleado por um desconhecido no início da noite desta segunda-feira (19/12) na capital, Ancara, confirmou uma porta-voz do Ministério do Exterior russo.

O ataque ocorreu quando Karlov, de 62 anos, discursava na abertura de uma exposição fotográfica numa galeria de arte. A agência de notícias Anadolu afirmou que o responsável pelo ataque foi “neutralizado”.

Fotos publicadas pelo jornal turco Hurriyet mostram ao menos dois homens de terno deitados no chão enquanto outro homem segurava uma arma. O ministro do Interior da Turquia, Süleyman Soylu, confirmou que o homem que assassinou o embaixador russo era um policial que fazia parte das forças especiais da capital.

Nascido em 1994, em Söke, uma cidade no oeste da Turquia, o atirador foi identificado como Mevlüt Mert Altintas. Ele estava há mais de dois anos nas forças especiais, afirmou o ministro em entrevista coletiva. Após o ataque, a polícia invadiu a sala onde estava o embaixador e matou o atirador.

 

 

Via DW