Tecnologia

Em 2016 a Google removeu mais de 900 milhões de ‘links pirata’

A tecnológica de Mountain View continua a ser criticada por grupos de proteção de direitos de autor.

A Google continua a manter os seus esforços no combate à pirataria em 2016, continuando a remover links e sites pirata do seu motor de busca. De acordo com informações publicadas recentemente pelo Relatório de Transparência da tecnológica de Mountain View, foram removidos do motor de busca mais de 914 milhões de links deste tipo.

Como refere o Torrent Freak, a grande maioria dos pedidos que a Google recebe tem origem na indústria da música e do cinema, de onde têm origem grupos de proteção de direitos de autor. Têm sido, aliás, estes grupos que mais críticas têm lançado à Google a propósito da pirataria na internet, críticas que nem poupam a sua plataforma de vídeos, o YouTube.

O mesmo Relatório de Transparência indica pela primeira vez a quantidade de vezes que os pedidos são atendidos, apontando que 89,8% dos pedidos resultaram na remoção dos links.

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas