Administração Geral Tributária (AGT) garante implementação do IVA em 2017

Administração Geral Tributária (AGT) garante implementação do IVA em 2017

4 Janeiro, 2017 0 Por Staline Satola

A implementação do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) é uma das prioridades da nova equipa da Administração Geral Tributária (AGT).

No entanto, o economista Yuri Quixina afirma que para o caso Angolano o IVA não deve constituir prioridade, pois pode pesar para as empresas e os cidadãos, numa fase marcada pela crise financeira.

A Administração Geral Tributária tem uma nova administração nomeada pelo ministro das Finanças, Archer Mangueira.

O novo homem forte da AGT, Sílvio Burity aponta a implementação do Imposto sobre o Valor Acrescentado este ano como prioridade.

O objectivo é arrecadar mais receitas para os cofres do Estado. No entanto, é o Imposto Predial Urbano que começou já a ser cobrado desde ontem, 02 de Janeiro. “O principal desafio da AGT será sempre a Reforma Tributária.

Vamos trabalhar, com urgência, na implementação do IVA.

Esta será a principal medida estrutural que será levada a cabo pela AGT”, avançou, Sílvio Burity.

Chamado a analisar a entrada de uma nova equipa na AGT e os seus objectivos que passam pela implementação do IVA, o economista Yuri Quixina diz tratar- se de um processo normal. “É normal que o ministro mexa na equipa em função da sua estratégia.

Agora, esperamos que em função dos objectivos da economia nacional e da própria reestruturação do sistema tributário a nova equipa possa corresponder”, disse.

Em relação à implementação do IVA, uma das apostas de Sílvio Burity e da sua equipa, Yuri Quixina afirma que “não é oportuno, pois pode ser prejudicial para as empresas numa fase em que o país vive uma crise económica.

 

 

Leia +