Etnia boliviana dos Pacahuara está à beira da extinção

Etnia boliviana dos Pacahuara está à beira da extinção

4 Janeiro, 2017 0 Por Staline Satola

A etnia indígena Pacahuara, da Amazónia boliviana, está à beira da extinção, depois da morte de uma mulher, em 31 de dezembro, ter reduzido a quatro o número dos representantes deste povo ameríndio, segundo o antropólogo Wigberto Rivero.

“Baji, uma das últimas mulheres Pacahuaras da Amazónia boliviana, morreu na sua aldeia de Tujure”, aos 57 anos, no departamento de Beni (nordeste da Bolívia), anunciou Rivero na sua conta na rede social Twitter.

“O seu povo está em vias de extinção”, acrescentou este especialista da Amazónia, professor na Universidade de San Andrés, na Bolívia.

A mulher faleceu devido a um cancro no estômago, segundo a agência de informação ANF, deixando vivos apenas quatro representantes do seu povo, todos membros da sua família.

“Baji era uma das últimas mulheres contactáveis, ao percorrer a floresta de maneira itinerante, e que ainda estava viva. Infelizmente, morreu em 31 de dezembro”, acrescentou.

Os Pacahuaras, que chegaram a ter mais de 40 mil membros, são uma das 36 etnias indígenas identificadas na Bolívia. Vivem da caça, pesca e agricultura.

As migrações e os casamentos interétnicos com os Chacobo, uma outra etnia ameríndia, fizeram descer lentamente os seus números

Na Bolívia, os Quechuas e os Aymaras são os povos indígenas mais numerosos, representando cerca de 50% da população de mais de 10 milhões de habitantes.