Mundo

Putin pede a russos para acreditarem no país e se manterem unidos em 2017

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, pediu aos russos, na sua mensagem de Ano Novo, para acreditarem no seu país e se manterem unidos, considerando que o ano de 2016 tinha sido difícil.

O ano que termina foi “difícil”, declarou, adiantando, no entanto, que as dificuldades permitiram que os russos se unissem.

“O principal é crermos em nós próprios, nas nossas capacidades, no nosso país. Trabalhamos com sucesso e conseguimos muito”, disse ainda, saudando em particular os que se encontram longe de casa, como os soldados russos destacados na Síria.

“Temos um país imenso, único e magnífico”, declarou Putin, adiantando esperar que o novo ano traga “a paz, a estabilidade e a prosperidade”.

Os votos de bom ano do presidente russo são normalmente divulgados à meia-noite, mas a mensagem já está disponível no extremo oriente.

O ano de 2016 consagrou o regresso em força da Rússia aos assuntos internacionais.

Moscovo obteve sucesso no Síria, onde ajudou o seu aliado Bashar al-Assad a recuperar a segunda cidade, Alepo, aos rebeldes, tendo patrocinado com a Turquia um cessar-fogo e futuras negociações de paz.

Por outro lado, com a vitória nas presidenciais norte-americanas de Donald Trump, a influência russa nos Estados Unidos parece nunca ter sido tão forte desde a queda da União Soviética há 25 anos.

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas