Mundo

Segundo Assange: Brasil é o país mais espiado pelos EUA

Julian Assange voltou a fazer afirmações controversas ao alegar que o Brasil é o país mais espiado pelos EUA.

O Fundador do site Wikileaks, revelou que as ações de vigilância afetam entidades governamentais e empresas brasileiras. Estas declarações vão ao encontro das alegações proferidas por Edward Snowden em 2013.

A entrevista a Julian Assange foi desenvolvida pelo site Nocaute, e nela se pode ler que o Brasil é o país da América Latina mais espiado pelos EUA. Assange afirma ainda que oo interesse dos Estados Unidos nesta atividade acontece dada a dimensão da economia brasileira, a maior da América Latina. Desta forma, e segundo o mesmo, a espionagem americana dá prioridade aos interesses económicos em vez dos interesses políticos. Por exemplo Cuba e Venezuela poderiam ser alvos diretos e óbvios das ações de espionagem americana, mas isso não acontece.

Quando Snowden fez revelações de que os Estados Unidos da América vigiavam de forma cerrada o Brasil a presidente brasileira Dilma Roussef ativou de imediato um conjunto alargado de reuniões de emergência com executivos do seu governo. A espionagem americana visava «melhorar a compreensão dos métodos de comunicação e dos interlocutores da presidente e seus principais assessores». 

Como resultado o Brasil criou um avançado sistema de proteção e segurança às comunicações realizadas por e-mail. Esta plataforma recebeu o nome de Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados).

Staline Satola

Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Related Articles

Close
Ir para a barra de ferramentas