Angola

Mais de 20 mil jovens matriculados nos Centros de formação profissionais a nível do país

Os Centros públicos de formação profissional a nível do país inscreveram para o presente ano 45 mil 822 formandos e matricularam na primeira fase 23 mil 651 jovens que irão frequentar as 140 instituições tutelados pelo Instituto Nacional de Emprego Formação Profissional(INEFOP).

Os mais de 139 especialidades disponíveis nos quatro níveis do sistema nacional de formação profissional em todo país, contando para o efeito com um total de mil 265 formadores, certificados da bolsa nacional de formadores.

A informação foi prestada pelo Director nacional do trabalho e formação profissional, do Ministério da Administração Pública, Emprego e Segurança Social (MAPTSS), Leonel Bernardo, que falava na cerimônia do acto solene de abertura nacional do ciclo formativo 2017 .

Referiu que, de 2012 à 2016, foram inscritos 330 mil 524 e matriculados 236 mil 890 e concluíram com aproveitamento 194 mil 004, que correspondem a 82 por cento do total de matriculados no referido período.

Leonel Bernardo esclareceu que o sector espera que no final do ciclo formativo dos cursos de curta duração transitem mais de 30 mil formandos nas diversas especialidades.

O responsável acrescentou ainda que o número de centros de formação profissional está a aumentar consideravelmente, pois para o corrente ano o país conta com 634 instituições em relação ao ano de 2016, em que o sector contava com 633.

Nos centros de formação profissional, os jovens adquirem conhecimentos sobre corte e costura, massagem e estética, cabeleira e barbeiro, emprego doméstico, culinária, pastelaria, informática, educação familiar, lavandaria, mesa e bar, serralharia ,mecânica, soldadora, entre outros.

Tags

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas