Angola

Angonix regista maior pico de tráfego de internet no país no mês de Fevereiro

A plataforma Angonix “Internet Exchange Point (IXP) gerida pela Angola Cables” registou o seu pico no tráfego de 5.2 gbps, a 19 de Fevereiro último, soube hoje (quinta-feira) a Angop, em Luanda, de fonte oficial.

De acordo com dados da Angola Cables que a Angop teve acesso, isto é resultado do investimento em tecnologia e redução de preços nos serviços de telecomunicações, demonstrando a tendência de crescimento na utilização da internet no país.

Para o gestor do projecto Angonix, Darwin Costa, o pico no tráfego foi de 5.2 gbps, num domingo, sendo que nos dias úteis o valor variou entre os 1.3 g aos 2.6 g, motivado pelas ofertas locais de operadores de fibra ao domicílio, o que tem contribuído positivamente no acesso ao serviço e o consequente crescimento do tráfego no final de semana.

Em termos práticos, acrescentou, este aumento representa para o cidadão comum mais disponibilização dos serviços, melhor qualidade de ofertas de fibra ao domicilio e crescimento do tráfego em causa, assim como conteúdos globais alojados em Angola com melhor qualidade e velocidade na troca e ou pesquisa de informação.

Quanto aos 15 membros activos da plataforma para a internet em Angola, fez saber que representam mais redes nacionais e internacionais se interligarem a plataforma, conseguindo garantir um ponto único agregador e distribuidor de informação que garante os melhores tempos de envio e recepção de informação (Internet mais rápida).

O IXP é uma infra-estrutura concebida para permitir trocas de tráfego entre várias entidades que não exige a construção de uma ligação específica entre todas elas. Esta solução permite a geração de economias de rede e de escala, pela redução dos custos médios envolvidos, tornando a conectividade mais acessível a todos os membros.

A existência de um IXP e dos seus complementos necessários numa economia de telecomunicações cria uma alternativa mais eficiente em termos de custos ao tráfego internacional. Esta eficiência gerada na agregação de comunicações estabelece impactos a jusante e a montante na cadeia de valor dos operadores de comunicação.

Os 15 membros activos, estão entre grandes empresas, grupos de media, provedores de conteúdos, universidades bem como empresas dos sectores da banca e seguros, onde um dos grandes objectivos para 2017 é a interligação de 10 novas redes com prioridade nas Universidades em Angola.

A ligação de novas redes ao Angonix permite uma optimização de tráfego regional e nacional em Angola. O peering, enquanto meio utilizado para comunicação, proporciona um aumento de velocidade e fiabilidade na troca de informação entre os clientes.

O Angonix é um ponto de intercâmbio e agregador de dados de Internet neutro, situado em Luanda, capital de Angola, região da SADC, na África Ocidental, que interliga redes globais, operadores de rede e provedores de conteúdos para manter local o tráfego local e oferecer aos provedores de conteúdo e redes internacionais uma base para se estabelecerem no continente africano.

O objectivo da plataforma é de mudar o panorama da internet em África. Até ao final de 2018, o Sistema de Cabo Atlântico Sul (SACS) ligará Luanda, capital de Angola, a Fortaleza no Brasil.

A Angola Cables é uma multinacional angolana de telecomunicações constituída em 2009, vocacionada para o mercado de wholesale (venda a grosso), cujo negócio central consiste na comercialização de capacidade em circuitos internacionais de voz e dados por cabo submarino de fibra óptica.

A Angola Cables é responsável pela gestão e desenvolvimento do WACS (West Africa Cable System) e pela disponibilização de capacidade de transmissão internacional a operadores de telecomunicações com o objectivo de aumentar a interligação entre Angola e o mundo.

Tags

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas