Distrito do Sambizanga promove programas cívicos e patrióticos

Distrito do Sambizanga promove programas cívicos e patrióticos

9 Março, 2017 0 Por Staline Satola

A administração do distrito urbano do Sambizanga vai dar início neste mês de Março a um projecto denominado “Sambizanga em Movimento”, que congrega dez outros programas de âmbito social, com o objectivo de promover o patriotismo, o respeito pelos bens públicos e pelas figuras históricas do distrito.

O anúncio foi feito pela administradora local, Milca Caquesse, quando orientava esta terça-feira a primeira reunião ordinária com as comissões de moradores, tendo adiantado que os programas serão realizados de forma permanetente com palestras, seminários e campanhas massivas de sensibilização sobre divrsos assuntos da vida social da região.

Entre os vários programas anunciados consta o que prevê envolver mais os munícipes na resolução dos seus problemas, o resgate dos valores cívicos e morais, bem como elevar a capacidade jurídica do cidadão, dando-lhe a conhecer mais sobre os seus deveres e direitos.

A administração local vai de igual modo, por via destes programas, incentivar o cidadão ao patriotismo, ao respeito pelo património público e pelas figuras locais, bem como disseminar a história do Sambizanga.

Milca Caquesse anunciou também a criação e funcionamento este ano de uma revista virtual denominada “Sambizanga em Movimento”, nome do próprio projecto que engloba outros dez programas, que publicará matérias sobre o dia-a-dia do distrito.

A responsável esclareceu aos presentes sobre as atribuições e competências das comissões de moradores, cujo seu objectivo é a resolução dos problemas comuns dos moradores e a promoção da participação activa na comunidade.

Indicou como atribuições das comissões de moradores a identificação dos cidadãos nacionais e estrangeiros, denúncia de construções não autorizadas e ocupação ilegal de terrenos, denúncia de imigrantes ilegais e denúncia de comércio ilegal, entre outros.

Durante o encontro abordaram a questão do registo eleitoral, apelando aos moradores para aderirem em massa aos postos de registo para efectuaram o seu cadastramento ou prova de vida.