Mundo

EUA: Mais Estados buscam suspender na Justiça nova proibição de viagens de Trump

(Reuters) – Mais Estados norte-americanos disseram nesta quinta-feira que avançariam com recursos legais contra um decreto revisado assinado nesta semana pelo presidente Donald Trump, que temporariamente impede a entrada de refugiados e viajantes de um grupo de países de maioria muçulmana.

O novo decreto sobre viagens, que está previsto para entrar em vigor em 16 de março, mudou e substituiu uma proibição mais abrangente lançada em 27 de janeiro e que provocou situações de caos e protestos nos aeroportos.

O primeiro decreto foi alvo de mais de duas dezenas de processos, incluindo um recurso do Estado de Washington, ao qual Minnesota aderiu.

Em resposta ao processo de Washington, o juiz James Robart de Seattle ordenou a suspensão de emergência da política no mês passado. Essa decisão foi mantida por uma corte de apelações em San Francisco.

Robert Ferguson, procurador-geral de Washington, disse nesta quinta-feira que planeja pedir que Robart confirme que a sua decisão também se aplica ao decreto revisado de Trump, o que o impediria de ser implementado.

Ferguson disse numa entrevista à imprensa que o novo decreto prejudica um “grupo menor” de pessoas, mas que isso não afetaria a capacidade do Estado de recorrer.

Ele disse que o governo Trump tinha o ônus de mostrar que a decisão judicial do mês passado não se aplica à nova política.

Uma porta-voz do Departamento de Justiça dos EUA não quis comentar sobre o litígio pendente.

 

Tags

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas