Mundo

EUA: Mais Estados buscam suspender na Justiça nova proibição de viagens de Trump

(Reuters) – Mais Estados norte-americanos disseram nesta quinta-feira que avançariam com recursos legais contra um decreto revisado assinado nesta semana pelo presidente Donald Trump, que temporariamente impede a entrada de refugiados e viajantes de um grupo de países de maioria muçulmana.

O novo decreto sobre viagens, que está previsto para entrar em vigor em 16 de março, mudou e substituiu uma proibição mais abrangente lançada em 27 de janeiro e que provocou situações de caos e protestos nos aeroportos.

O primeiro decreto foi alvo de mais de duas dezenas de processos, incluindo um recurso do Estado de Washington, ao qual Minnesota aderiu.

Em resposta ao processo de Washington, o juiz James Robart de Seattle ordenou a suspensão de emergência da política no mês passado. Essa decisão foi mantida por uma corte de apelações em San Francisco.

Robert Ferguson, procurador-geral de Washington, disse nesta quinta-feira que planeja pedir que Robart confirme que a sua decisão também se aplica ao decreto revisado de Trump, o que o impediria de ser implementado.

Ferguson disse numa entrevista à imprensa que o novo decreto prejudica um “grupo menor” de pessoas, mas que isso não afetaria a capacidade do Estado de recorrer.

Ele disse que o governo Trump tinha o ônus de mostrar que a decisão judicial do mês passado não se aplica à nova política.

Uma porta-voz do Departamento de Justiça dos EUA não quis comentar sobre o litígio pendente.

 

Tags

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas