AngolaTecnologia

Portal do munícipe arrancou em Luanda – www.municipal.minfin.gov.ao

O Governo da Província de Luanda (GPL) vai abolir a emissão física da documentação emitida pelas administrações municipais e distritais, na sequência do laçamento ontem do portal do munícipe com o endereço

www.municipal.minfin.gov.ao

para facilitar a prestação de serviços administrativos na capital.

De acordo com a vice-presidente da comissão administrativa da cidade de Luanda, para área económica, financeira e orçamental, Maria Amélia Rita, na prática, o portal apresentado á comunicação social , vai doravante tornar mais célere o trabalho dos funcionários e atender o cidadão em pouco tempo.

A responsável apontou como exemplo da valia do portal, a abolição das apresentações de requerimentos e o reconhecimento de assinaturas em folhas de 25 linhas, tal como se fazia antes, são agora criados no momento exacto no balcão em que o munícipe solicita a prestação de serviços.

Com a celeridade no atendimento ao cidadão, o portal vai igualmente proporcionar maior arrecadação de receitas e estas terem o retorno imediato para as administrações locais, através da Sub-conta Única do Tesouro da Província de Luanda, criada para o efeito.

Outra vantagem apontada pela vice, tem a ver com a economia do tempo, do papel, de tinteiros e a possibilidade do cidadão, com acesso a internet, poder acompanhar a evolução do seu processo, onde quer que ele esteja.

Disse também que vai se abolir o agregado familiar em modelo físico, passando o mesmo a ser virtual e impresso apenas quando o cidadão solicitar.

A responsável que falou em representação da comissão técnica criada pelo ministro das finanças, fez saber que todos os modelos virtuais estarão já disponiveis, bastando apenas a sua impressão quando for solicitado pelo utente.

Maria Amélia Rita explicou que o portal tem vários níveis de acesso, um dos quais é o geral que os cidadãos podem aceder para obtenção de informações gerais, ou tomar conhecimento sobre o estado da solicitação apresentada a administração, assim como um outro apenas de utilidade restrita aos funcionários.

Anunciou que durante o mês de Março o portal será instalado em todos os municípios de Luanda e em Abril em todos outros a nível do país.

O portal foi criado com o fito de agilizar a prestação de serviços pelas administrações, ao mesmo tempo que permite maior celeridade e arrecadação directa das receitas comunitárias provenientes das taxas, emolumentos, licenças e multas.

Tags

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas