Angola

Acusações de desvios de dinheiro entre líderes Adventistas

Os Juízes da 13ª secção de Crimes Comuns do Tribunal Provincial de Luanda retomaram ontem a audiência de jalgamento dos sete líderes da Igreja Adventista do 7º Dia pelos Crimes de rapto e da calúnia e difamação.

Adão Alfredo Dala, um dos sete arguidos, revelou ontem em Tribunal que o pastor da Igreja Adventista do 7º Dia Daniel Cem não tinha credibilidade entre os fieis, por se ter roubado dinheiro dos fieis do templo da Regedoria, em Viana, onde era o líder espiritual.

O réu, que exerce o cargo de secretário nacional da juventude da referida igreja, declarou à instância do juíz da causa, que por está razão o pastor foi expulso pelos fiéis daquela comunidade.

Os advogados de defesa manifestam a pretensão de intentar uma acção judicial contra os supostos agressores, de pois do julgamento e representante do ministério Público junto da 13ª Secção de Crimes Comuns declarou que em obediência ao princípio de contraditório, vai notificar os polícias a irem de pôr em tribunal.

Tags

Artigos relacionados

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas