AngolaDesporto

Basquetebol: Recreativo do Libolo vs Petro de Luanda, hoje

As formações do Recreativo do Libolo e do Petro de Luanda de basquetebol em seniores masculinos defrontam-se hoje, quinta-feira, a partir das 16h00, no Ex-Codenm, em partida a contar para a primeira jornada da 9ª edição do Torneio Victorino Cunha, competição que visa saudar a figura do antigo seleccionador nacional dos hendecacampeões africanos.

Depois de ter desembarcado ontem na capital do país, Luanda, proveniente de Portugal, onde efectuou o seu estágio pré-competitivo de aproximadamente duas semanas e meia, a formação da vila de Calulo realiza esta manhã, no Pavilhão do Dream Space, em Viana, seu quartel general, a sessão derradeira, antes de rumar esta tarde para o Pavilhão Victorino Cunha, palco da disputa da aludida competição.

Sob liderança do técnico angolano, Raul do Duarte, que “abandonou” a direcção técnica da federação angolana da modalidade, para substituir no cargo o espanhol, Hugo López, a equipa do Recreativo do Libolo, actual detentor do ceptro, vai procurar começar da melhor maneira a edição número nove da prova, que passa pela conquista dos dois pontos em disputa.

O novo timoneiro do grémio de Calulo vai procurar montar uma equipa capaz de neutralizar as acções ofensivas dos petrolíferos da capital, que viram o seu plantel fragilizado, em virtude das saídas de Pedro Bastos, extremo base, Hermenegildo Mbunga, poste, Reggie Moore, extremo poste, e Teotónio Dó, poste, curiosamente, todos transferidos para os actuais campeões nacionais em título (Libolo).

Independentemente do desfalque que sofreu, a formação do Eixo-viário que assegurou a contratação do cabo-verdiano, Sekouba Conde, extremo poste, de apenas 23 anos de idade, vai tentar suplantar o favoritismo do actual detentor do troféu.

Entretanto, Leonel Paulo, extremo poste, e Gerson Gonçalves, extremo base, atletas que estiveram em bom plano ao serviço da Selecção Nacional na 29ª edição do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, prova co-organizada pelo Senegal e Tunísia, podem desfalcar a formação petrolífera no desafio desta tarde.

Os atletas acima referenciados estão sob cuidados do departamento médico do Petro de Luanda, razão pela qual, estão em dúvidas para o embate desta tarde, frente ao Recreativo do Libolo.

Lazare Adingono, técnico camaronês ao serviço do Petro de Luanda, vê-se mais uma vez a recorrer da prata da casa para constituir um conjunto altamente competitivo, para lutar de igual para igual, com o seus principais concorrentes, nomeadamente, 1º de Agosto, Grupo Desportivo Interclube e Recreativo do Libolo, respectivamente.O equilíbrio poderá marcar alguns períodos do prélio desta tarde, apesar do favoritismo do Libolo, que viu o seu plantel altamente reforçado para a temporada 2017/2018.

Amanhã, sexta-feira, a competição faz disputar a segunda jornada, com os petrolíferos da capital a recepcionarem os polícias, a partir das 16h00, ao passo que o Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto) terá pela frente a formação do Recreativo do Libolo, desafio marcado para as 18h00, no Pavilhão Victorino Cunha.

O 1º de Agosto, com quatro troféus lidera o ranking do Torneio Victorino Cunha, seguido do Libolo, com três títulos, ao passo que Petro de Luanda conta apenas com um troféu.

Tags

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas