Angola

Chuvas em Malanje fazem paralisar Laúca

Uma infiltração na casa de máquinas da Barragem de Laúca (província de Malanje) originou, na madrugada de ontem, a paralisação das turbinas 1 e 2 do empreendimento e um corte no fornecimento de energia eléctrica à província de Luanda.

A infiltração ocorreu na sequência de uma chuva intensa, com um caudal de 22 milímetros (das 16h00 de domingo às 06h00 de segunda-feira), que rompeu pontos vulneráveis daquele ponto da barragem (ainda em construção) e afectou as unidades geradoras da central.

Com a invasão das águas da chuva, ficaram afectadas as unidades geradoras e foi activado o sistema de protecção para a preservação dos equipamentos e para manter a segurança dos técnicos que ainda trabalham no acabamento da obra. Segundo o director do Projecto Laúca, Elias Daniel Estêvão, a situação está controlada e já foi retomado o grupo 1 (o menos afectado), estando previsto para quarta-feira a recuperação total da unidade geradora número 2.

O responsável, que falava à imprensa no final de uma visita de constatação do ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, à casa de máquinas, informou que, em função do sucedido, foram retirados do sistema 500 megawatts (MW) de energia.

Dessa forma, explicou o director, Luanda e a zona norte passaram a ser fornecidas por uma capacidade aproximada de 130 MW, que será aumentada gradualmente.

“Com as duas máquinas, nós fornecemos à volta de 500 MW. Neste momento, entramos com a unidade geradora número dois e já estamos em volta de 130 MW. Prevemos atingir os 250 MW. Com a entrada da segunda unidade, estaremos a falar de 500 MW para o sistema”, tranquilizou o director da barragem que garante que o problema “não é grave”, sublinhando que a situação está controlada. “Tanto que já voltámos (a trabalhar) com a primeira unidade geradora e prevemos, até quarta-feira, ter a situação completamente restabelecida”, assegurou.

Tags

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas