República Centro-Africana tem 1,1 milhão de pessoas destituídas e desabrigadas, disse a ONU

República Centro-Africana tem 1,1 milhão de pessoas destituídas e desabrigadas, disse a ONU

27 Outubro, 2017 0 Por Staline Satola

A violência resurgente que atravessa a República Centro-Africana deixou um recorde de 1,1 milhão de pessoas destituídas e desabrigadas, disse a ONU.

O número de pessoas que foram internamente deslocadas aumentou 50% desde janeiro de 2017.

Pelo menos 600.000 são deslocados internamente em todo o país, enquanto outros 500.000 se encontraram através da fronteira no Chade , República Democrática do Congo, República do Congo e Camarões .

Os últimos dados divulgados pela UNOCHA ocorrem quando o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, continua na sua visita de quatro dias à RCA na quinta-feira no que descreve como “visita de solidariedade, mas de solidariedade ativa”.

Ele tem pressionado por mais 900 soldados da paz a se juntarem à missão e instou a comunidade internacional a agir sobre uma crise que matou milhares e desestabilizou o país.

“Eu acho que as condições para os civis na RCA são pior do que 2014”, disse à Al Jazeera Stephanie Wolters, analista da África Central no Instituto de Estudos de Segurança de Pretória. “Mais e mais pessoas estão em necessidade do que nunca”.