Angola perde um  dos mais reconhecidos General, João Baptista de Matos

Angola perde um dos mais reconhecidos General, João Baptista de Matos

6 Novembro, 2017 0 Por João Mukixi

O primeiro Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) de Angola, João Baptista de Matos, morreu aos 62 anos neste sábado, 4 na Espanha, onde se encontrava há algum tempo doente, a revelação foi feita pelo Bureau Político do MPLA, partido no poder, em comunicado.

Não há, até agora, qualquer informação da causa da morte de Matos, nem da parte dos familiares nem do Governo, mas sabia-se que encontrava-se doente há muito tempo e, por isso, deslocava-se com frequência a Madrid para tratamento médico.

O MPLA destaca-o “como um intrépido comandante político-militar, que soube interpretar e aplicar, na prática, os anseios mais nobres do povo angolano, na sua luta revolucionária pela conquista e preservação da Independência Nacional, da integridade territorial de Angola e da paz definitiva”.

O antigo GEMGFA (1991-1999) é um dos mais reconhecidos generais angolanos com prestigio no país e no exterior, João de Matos chegou a dirigir as forças angolanas enviadas em 1998 para a República Democrática do Congo.

Algumas fontes indicam que o seu afastamento do exército, em Maio de 2001, ocorreu durante o conflito armado mas também de crispação entre pessoas que lhe eram próximas e a Presidência da República, a partir de então, Matos passou a dedicar-se aos negócios privados, nos domínios da construção civil, exploração de diamantes, petróleos e banca.