Julgamento dos Funcionários da Saúde adiado para o dia 13

Julgamento dos Funcionários da Saúde adiado para o dia 13

7 Novembro, 2017 0 Por João Mukixi

Os arguidos são acusados de desviar para fins pessoais o dinheiro destinado ao programa de luta contra a malária, o tribunal vai julgar o caso no dia 13.

O julgamento dos funcionários do Ministério da Saúde acusados de desviar os fundos destinados ao combate a malária no país, que estava previsto para ontem, no Tribunal Provincial de Luanda foi adiado para a próxima segunda-feira 13.

Na sessão de ontem em plena sala de audiência a arguida Sónia Carla de Oliveira Neves apresentou um requerimento do julgamento a solicitar o julgamento pelo facto de seu advogado inicial ter desistido do compromisso de a defender e os advogados que o substituíram não terem o total domínio do processo.

Segundo os autores, os arguidos Sónia Neves de 44 anos, Nilton Saraiva Francisco de 53 anos e Mauro Filipe Gonçalves de 31 anos, cometeram o crime de Peculato.

As acusações que então apontavam para a coordenadora financeira da Unidade Técnica de Gestão ( UTG) do Ministério da Saúde, Sónia Neves e o coordenador Adjunto do Programa Nacional de Controlo da Malária (PNCM) Nilton Saraiva, que de acordo com o inquérito ocultaram os desvios com documentos forjados e informação falsificada com uma aparência de legitimidade.