O Primeiro-ministro do Líbano abandona o cargo, preocupado com sua segurança

O Primeiro-ministro do Líbano abandona o cargo, preocupado com sua segurança

6 Novembro, 2017 0 Por Staline Satola

Saad Hariri deu um discurso na TV da Arábia Saudita, citando a influência iraniana na região e dizendo que teme o assassinato.

Saad Hariri renunciou inesperadamente como primeiro-ministro do Líbano, citando a influência iraniana em toda a região e afirmando que temia o mesmo destino que seu pai assassinado, se ele permanecesse líder.

Em um discurso proferido na capital saudita de Riyadh no sábado, Hariri impediu seu governo e funcionários em Beirute, trazendo um fim dramático para um governo de 11 meses que em grande parte não conseguiu impor autoridade sobre um parlamento dividido em linhas regionais ou em uma economia pesada pela dívida e pela corrupção.

O momento e a localização do anúncio sugeriram que mais estava em jogo do que o futuro imediato do Líbano.

A Arábia Saudita, um patrono de Hariri, vem se apoiando nas últimas semanas para desafiar o rival do Irã, que acredita que está a poucos meses de garantir uma influência sem precedentes na região.

Também acompanhou a retórica anti-iraniana de Washington e a liberação durante a semana de uma série de documentos apreendidos no esconderijo de Osama bin Laden em 2011, que parecem sugerir que a Al-Qaeda recebeu apoio de autoridades iranianas.