ÁfricaMundo

Quênia: Polícia disparou rifles e gás lacrimogêneo para afugentar a oposição

O presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, foi jurado por um segundo mandato na terça-feira.

Pelo menos uma pessoa foi morta quando a polícia disparou rifles e gás lacrimogêneo para quebrar uma reunião da oposição.

O líder da oposição, Raila Odinga, foi empurrado para o veículo em meio a nuvens de gás lacrimológico pouco depois de ele ilegítimo ter chamado a presidência de Kenyatta.

O presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, jurou por um segundo mandato na terça-feira, no que alguns esperavam ser o fim de meses de turbulência eleitoral, que Kenyatta disse que esticou o país “quase até o ponto de ruptura”.

Mas a violência continuou, com pelo menos uma pessoa morta quando a polícia disparou rifles e gás lacrimogêneo para quebrar uma reunião da oposição.

Tags

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas