ÁfricaMundo

Quênia: Polícia disparou rifles e gás lacrimogêneo para afugentar a oposição

O presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, foi jurado por um segundo mandato na terça-feira.

Pelo menos uma pessoa foi morta quando a polícia disparou rifles e gás lacrimogêneo para quebrar uma reunião da oposição.

O líder da oposição, Raila Odinga, foi empurrado para o veículo em meio a nuvens de gás lacrimológico pouco depois de ele ilegítimo ter chamado a presidência de Kenyatta.

O presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, jurou por um segundo mandato na terça-feira, no que alguns esperavam ser o fim de meses de turbulência eleitoral, que Kenyatta disse que esticou o país “quase até o ponto de ruptura”.

Mas a violência continuou, com pelo menos uma pessoa morta quando a polícia disparou rifles e gás lacrimogêneo para quebrar uma reunião da oposição.

Tags

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Ir para a barra de ferramentas