PGR investiga esquema de corrupção para remessa de dinheiro para o exterior

PGR investiga esquema de corrupção para remessa de dinheiro para o exterior

14 Dezembro, 2017 0 Por Staline Satola

Luanda, 14 dez (Lusa) – A Procuradoria-Geral da República de Angola anunciou hoje que está a investigar denúncias divulgadas nas redes sociais sobre eventual cobrança ilegal de valores para carregamento de cartões visa e transferência de divisas para o exterior do país.

Em nota distribuída à imprensa, a PGR refere que tomou conhecimento da existência de um esquema de corrupção, que visa funcionários da Direção de Pequenos Negócios do Banco de Poupança e Crédito (BPC).

Nesse sentido, a Direção Nacional de Prevenção e Combate à Corrupção da PGR está a levar a cabo um inquérito para aferir a veracidade dos factos e, caso seja confirmada, responsabilizar criminalmente os autores destas práticas.

O documento salienta que a PGR apela aos lesados ou quem tenha informações sobre esse esquema a denunciarem junto da referida direção nacional.

Angola enfrenta desde finais de 2014 uma crise financeira e económica, com a forte quebra das receitas com a exportação de petróleo devido à redução da cotação internacional do barril de crude.

Esta conjuntura levou a uma forte quebra na entrada de divisas no país e a limitações no acesso a moeda estrangeira aos balcões dos bancos, dificultando o acesso a divisas pelos cidadãos para viagens, ajuda familiar, saúde, educação no exterior do país, e remessas de dinheiro e cartões de marca internacional.