África

Presidente do Zimbábue, disse em Davos “teremos eleições transparentes antes de julho”

O presidente do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa, anunciou na quarta-feira que as eleições “transparentes” terão lugar no país antes de julho.

O novo líder, em presença no Fórum Econômico Mundial em Davos , disse a líderes mundiais e investidores que o Zimbábue está “aberto para negócios”.

“No próximo mês, eu poderei fazer uma proclamação de eleições, então acredito que as eleições não serão em julho, serão antes do que julho”, disse ele.

Mnangagwa, de 75 anos, tornou-se presidente do Zimbábue em novembro, depois que os militares derrubaram Robert Mugabe, 93, que governou por 37 anos.

A votação será o primeiro teste de legitimidade de Mnangagwa desde que assume o papel. Ele prometeu respeitar os resultados das eleições.

“Queremos ter eleições livres, justas e credíveis, livres de violência”, afirmou, acrescentando que os observadores internacionais das eleições seriam bem-vindos.

  • – –

“A União Europeia … Eu os qualificaria. Se perdermos as eleições, é isso. Qualquer que seja o partido que vencer, as eleições irão tomar as rédeas do poder”.

Mugabe , um herói do movimento de independência africano que lutou para libertar o Zimbábue do domínio britânico, foi acusado de gerir mal a economia da nação, que já prosperava, até o colapso.

Ele emitiu bilhões de dólares de dívida interna para pagar por um grande serviço civil que foi usado como um sistema de patrocínio.

O Zimbabwe é rico em ouro, platina e outros minerais, mas tem uma das maiores taxas de desemprego do mundo.

Fonte
Al Jazeera

Staline Satola

Estudante do curso de Informática e Telecomunicações, faculdade de Engenharia, Univerdade Óscar Ribas. Trabalho com gestão de conteúdo desde 2012! Atualmente procurando aprender mas acerca de CMS (WP).

Artigos relacionados

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d bloggers like this:
Ir para a barra de ferramentas